Glaucoma primário de ângulo aberto (GPAA)

O glaucoma consiste num grupo de patologias que causam lesões no nervo ótico e perda de visão. O tipo mais comum de glaucoma é o glaucoma primário de ângulo aberto (GPAA). No GPAA, o fluido que normalmente flui através da pupila para a zona frontal do olho não passa através da área de filtração denominada rede trabecular para o canal de drenagem designado por canal de Schlemm. Isto origina um aumento da pressão intraocular (PIO). O glaucoma é, habitualmente assintomático, sem sinais de aviso, e sem o devido tratamento pode originar cegueira. As boas notícias é que com exames oculares regulares, uma deteção precoce e com tratamento, é possível preservar a visão.

O tratamento centra-se na redução da PIO, mediante redução da produção de fluido ou melhoria do seu efluxo. A terapêutica de primeira linha pode ser medicação (sob a forma de gotas oculares) ou trabeculoplastia. A trabeculoplastia é um procedimento que utiliza energia laser para alterar a rede trabecular de forma a facilitar a saída do fluido para o canal de drenagem, com o objetivo de reduzir a PIO.

Glossário:

Ângulo – junção da superfície frontal da íris com a superfície posterior da córnea, onde o humor aquoso é filtrado para fora do olho.

Canal de Schlemm – um canal circular no olho que faz a drenagem de fluido da zona frontal do olho para a corrente sanguínea.

vCórnea – a "janela" transparente na zona frontal do olho.

Cristalino – a estrutura biconvexa transparente no interior do olho que foca os raios de luz sobre a retina.

Esclerótica – a camada externa branca resistente do globo ocular.

Fóvea – a mácula central, responsável pela visão fundamental.

Humor aquoso – o fluido produzido pelos processos ciliares que preenche o espaço entre a córnea e o cristalino. Alimenta a córnea, a íris e o cristalino e mantém a PIO.

Humor vítreo – uma substância gelatinosa transparente que preenche a parte média do olho entre o cristalino e a retina.

Íris – dá cor ao olho e é responsável pelo controlo do diâmetro e do tamanho da pupila.

Nervo ótico – o maior nervo sensorial que liga a retina ao cérebro e transporta os impulsos criados pela retina.

Pressão intraocular (PIO) – pressão do fluido no interior do olho.

Processos ciliares – produzem humor aquoso.

Pupila – a abertura no centro da íris que regula a quantidade de luz que entra no olho.

Rede trabecular – um tecido semelhante a esponja situado em torno da base do ângulo que funciona para drenar fluido para o canal de Schlemm.

Retina – uma camada fina de tecido sensível à luz que reveste a superfície interior do olho. Converte a luz em sinais que são transmitidos através do nervo ótico ao cérebro e interpretados como as imagens que vê.

A informação constante deste website é fornecida através da comunicação direta com médicos.